CRIATIVIDADE BRASILEIRA

Estou lendo um livro tão enriquecedor que resolvi compartilhar aqui, já que o assunto tem muito a ver: criatividade. O título é Criatividade brasileira: gastronomia, design e moda. A autora, Andrea Nacacche, é psicanalista e construiu o livro a partir do relato de três reuniões com Alex Atala, Fernando e Humberto Campana e Jum Nakao. Uma série de outras entrevistas complementam o livro no final e acompanham a pesquisa. O que eu mais gostei foi a possibilidade de ver bem a fragilidade que o pensamento tem enquanto flui. Alex, Fernando, Humberto e Jum articulam ideias pela primeira vez, contam como já pensaram seus temas de vida, polemizam uns com os outros, contradizem- se. Sem nenhuma formalidade, falam sobre suas histórias de vida, suas obras e processos de criação. Juntam-se a eles mais de 30 protagonistas da criatividade brasileira, em entrevistas ou debates abertos, trazendo contribuições dos universos da música, da televisão, do cinema, da publicidade, das artes plásticas, da educação, da economia, da tecnologia, da psicologia e da psicanálise, entre referências culturais e históricas tão variadas quanto nosso universo contemporâneo. A leitura é fácil e recomendo a estudantes, profissionais e interessados no assunto.


MARQUETERIA

Encontrei essa imagem ao procurar referências e acabei conhecendo a Kelly Wearstler, uma designer americana. Sua marca, de mesmo nome, engloba coleções de acessórios para casa, móveis, jóias, roupas, acessórios de moda e objetos de arte. Tudo é selecionado à mão durante suas viagens ou desenhado por ela mesma para compor os interiores de suas “boutiques de lifestyle”, localizadas em Los Angeles e Nova Iorque. Adorei a prancha, toda em marqueteria. Para quem não conhece, marqueteria é uma técnica antiga super delicada, que começou a ser praticada pelos egípcios: é a arte de chapar e embutir peças de madeira em uma estrutura, formando padrões decorativos e desenhos. O contraste fica maravilhoso, não?

Using Format